Pular para o conteúdo principal

A melhor coisa a se fazer depois de orar é... dormir!

Com isto não quero dizer que somente se deve orar à noite, antes do descanso do dia. Mas, o melhor a se fazer depois de uma oração é dormir... Isso mesmo! Dormir! Quando não dormimos, na maioria dos casos em que demoramos a pegar no sono ou mesmo não conseguimos dormir, ficamos horas pensando na vida, nos problemas, e em como soluciona-los... Somos tomados pela ansiedade e o desejo de termos tudo em nossas mãos, de resolvermos as situações da melhor maneira, segundo intentos do nosso enganoso coração.

No entanto, esta prática é opositora do que deve ser feito por um filho de Deus. Pois, quando oramos, afirmamos em nossas preces que Ele sabe das coisas melhor que nós, que pode resolve-las da melhor maneira possível e que, temos fé, confiamos n'Ele como nosso provedor, Senhor e sustentador. Não é um contrassenso afirmarmos que entregamos nossas vidas em Suas mãos e andarmos ansiosos pelo que acontecerá?


Ele nos garante em Sua Palavra que não devemos nos preocupar com o dia de amanhã, pelo que vamos vestir, comer, porque em tudo o Supremo Pastor nos susterá (Sl 23.1; Fp 4.6; Mt 6.11, 25-34). Além disso, devemos ter sempre em mente que é Ele quem passeia pelo tempo, que conhece tudo, pode tudo e faz tudo quanto lhe apraz, não nos excluindo de Seus propósitos, antes fazendo todas as coisas cooperarem para o bem daqueles que O amam e são chamados segundo o Seu glorioso propósito (Rm 8.28). É Deus quem nos diz "não temas" todos os dias e garante que apresentando nossas vidas ante Ele, não precisaríamos nos afligir.


Se você pertence a Deus, em Cristo Jesus. Se Ele reina, senhoria e soberana sobre sua vida, ore e durma! E este 'dormir' não é um dormitar físico, mas o descansar a alma no Senhor, pois é em Seus braços que temos refúgio, é sobre suas asas descansamos, é Ele quem tudo fará (Sl 57.1; 91.9; 32.5)!
Mostre a si mesmo que é capaz de confiar no onipotente Redentor. Ansiedade, medo, desespero e ceticismo ativista são inúteis perante o Rei dos Céus e Terra. Derrame suas súplicas em Deus; ore, clame, chore, apresente todas as suas petições ante o trono da graça e durma! Descanse no Senhor que atenderá conforme Sua boa, agradável e perfeita vontade. Durma no Senhor, porque aos Seus amados, Ele dá, enquanto dormem (Sl 127.2).


Pr. Luan Almeida

Mais acessados

O que você tem refletido?

Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados;(Efésios 5.1) Confesso que quando recebi este tema para esta breve reflexão, fiquei a me questionar sobre o que o “refletido” queria abordar. Reflexão em nossa língua é um exemplo claro de polissemia, que nada mais é do que os vários significados atribuídos a uma palavra (Ex: Manga de camisa e fruta, etc.). Fiquei a pensar sobre qual reflexão queria-se abordar. Se a reflexão de uma imagem num espelho, a reflexão como produto de um pensamento ou a reflexão de uma luz em uma superfície difusa. Por via das dúvidas, resolvi abordar estes três aspectos da reflexão, pois tem tudo a ver com o “imitar a Cristo”. Paulo, o Apóstolo, escrevendo aos efésios, exorta-os a serem imitadores de Deus. E isto, escreve, se encaixa no sentido do exemplo de amor que o Senhor teve em demonstrar misericórdia e compaixão para com a humanidade radicalmente pecadora, que enquanto ainda inimiga d’Ele foi alvo do Seu amor perdoador e reconciliador (Rm 5.8). Este …

Bem-Aventurados os que tem fome e sede de justiça - Sermão do Monte [7]

"Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça porque eles serão fartos."
Mateus 5:6 CLIQUE AQUI E CONFIRA A EXPOSIÇÃO ANTERIOR
Esta Bem-Aventurança obviamente é resposta das outras Bem-Aventuranças, como um efeito natural daquelas. Já fomos ensinados na Palavra que devemos ser humildes de espírito, chorar pelos nossos pecados, e ser mansos. Até então, éramos impelidos a olhar para nós e examinarmos nossa completa penúria espiritual, nosso total desamparo e impotência, nossa verdadeira bancarrota espiritual. Nesta Bem-Aventurança, no entanto, somos levados a uma busca pela solução desses problemas, a fim de sermos libertos do “eu” – o que deve ser um anseio de todo crente. Esta Bem-Aventurança nos leva a meditarmos na exclusiva graça de Deus, no fato de ter Ele nos salvado inteiramente por Seu amoroso favor. Para melhor compreendermos, devemos observar cada parte desta declaração do Senhor Jesus, a começar pelo vocábulo “justiça”. A Bíblia nos diz que bem-aventurados, ou fel…

Sermão do Monte: As Bem-Aventuranças [3]

"Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus; Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados; Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra; Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos; Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia; Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus; Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus; Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus; Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós."
Mateus 5:3-12 CLIQUE AQUI E CONFIRA A EXPOSIÇÃO ANTERIOR

Chegamos em nossa série nas Bem-Aventuranças. Nesta parte do Sermão do Monte, o Senhor Jesus começa a descrever o …